Ministerio da Agricultura e Segurança Alimentar e AGRA Fortalecem Capacidade de uso de Tecnologias de Informação Geográfica para Políticas e Decisões de Investimentos bem Informadas

O MASA através da Direcção de Planificação e Cooperação Internacional realizaram entre os dias 18 e 19 de Setembro corrente um seminário de apresentação do Projecto para o Fortalecimento dos Ministérios na Monitoria de Investimentos a Jusante, Usando Tecnologias de Informação Geográfica, na capital Maputo, com objectivo de criar capacidaade dos Portais e Sistemas de Informação Geográfica para rastrear os indicadores chave da CAADP e investimentos na agricultura em cada um dos países onde o projectoesta a ser levado a cabo, nomeadamente Burkina Faso, Gana, Malawi e Moçambique de modo estabelecer módulos para facilitar a análise com vista a responder as questões especificas relacionadas com a tomada de decisões.
Por outro lado, o projecto visa fortalecimento das capacidades para o uso de dados de teledeteção e GIS para a tomada de decisões na agricultura, bem como geração anual de mapas nacionais sobre adequação de culturas, propriedades de solos e ríscos climáticos numa escala de 5 km.
O Excelentíssimo Secretário Peramente do MASA, Dr. Victor Canhemba Jr. Ao tomar da palavra, sublinhou que, um dos princípios da CAADP é a planificação e desenho de políticas baseadas em evidências e prestação mútua de contas. É com base neste desiderato que a Aliança para a Revolução Verde em África (AGRA) em coordenação com o Centro Regional para o Mapeamento de Recursos para o Desenvolvimento (RCMRD) desenhou o projecto intitulado “Fortalecimento da Capacidade dos Ministérios da Agricultura no Monitoramento de Investimentos, Usando Tecnologias de Informação Geográfica para Decisões e Políticas de Investimento Informados”, que hoje iremos testemunhar o seu lançamento na República de Moçambique.
Segundo Canhemba Jr. o projecto de uso de sistemas de informação geográfica visa fortalecer o sistema de dados do sector agrário, numa altura em que um dos grandes desafios dos países africanos é a colecta de dados, gestão da informação e base de dados, ligação entre os órgãos que desenham as politicas e os demais intervenientes do sector agrário que possa estabelecer uma cadeia de produção estável e eficiente.
No entanto, 12. Nos dias de hoje, o uso de GIS no sector agrário reveste de grande importância na gestão cada vez mais complexa dos escassos recursos naturais. O GIS, contribui na gestão de processos de produção agrícola, melhorando a produção e produtividade. Também por intermédio deste sistema podemos definir onde produzir, o que produzir, qual é a dotação óptima de água, entre outros aspectos.

Referiu ainda que a era digital que todos podem testemunhar, a digitalização dos dados do sector da agricultura é relevante para elevar os índices de produtividade e rentabilidade por meio da optimização de processos e de custos que permitem o controlo de insumos agrícolas, monitoria de pragas, doenças e condições climáticas que interferem nos processos de produção, bem como na redução das perdas pós-colheita.

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort