MADER reunido em seu I Conselho Coordenador

MADER reunido durante dois dias (3, 4/12) em seu primeiro conselho coordenador, no distrito de Bilene, Província de Gaza sob Lema  “Moçambique Rumo à Fome Zero 2030ˮ, com objectivo de fazer o balanço das actividades, debater os mecanismos para a implementação das acções prioritárias do MADER, bem como perspectivar as intervenções para 2021.
Celso Correia, Ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural iniciou o seu discurso lembrando aos presentes, que o I Conselho Coordenador acontece na Província de Gaza, onde o Chefe de Estado efetuou a primeira entrega de meios (tractores e motorizadas) no âmbito do da implementação do programa SUSTENTA e comprometeu-se a atingir a Fome Zero em uma década.
O ministro fez referência as diferentes opiniões em torno deste lema: “Tenho acompanhado as várias ilações em torno do lema Fome Zero pela sociedade, uns cépticos quanto ao alcance do mesmo, outros com boas expectativas, e, outros felizmente representam a maioria, que é a classe produtora, comprometida em arregaçar as mangas para desempenhar o seu papel de produzir”.
O Pais sofreu vários constrangimentos ao longo destes 45 anos de independência, e o sector da agricultura não foi diferente. Num total de 6 milhões de famílias que existem no Pais, cerca de 3% vivem em situação de insegurança alimentar. Preocupado com esta situação, durante os dois dias, o executivo do MADER irá tomar como tema chave para discussão o problema da fome, e a formula para atingir a meta de Fome Zero.
As estatísticas indicam que o sector da agricultura cresceu acima de 3,5%, contrariamente as projecções iniciais que indicavam um crescimento de cerca de 1.8%. Estes números são encorajadores, tendo em conta que 2020 foi um ano atípico devido a pandemia da covid-19.
Para o governante, o conselho coordenador ganha relevância devido aos pontos em mesa para discussão, que tem a ver com a situação da segurança alimentar, implementação do programa SUSTENTA, governação descentralizada, planificação para próxima campanha e desenha as linhas mestres que irão conduzir o sector a uma intervenção mais objectiva e focada para os resultados.
Participam do conselho, quadros seniores do MADER, instituições tuteladas, directores provinciais da agricultura e pescas e directores dos serviços províncias das actividades económicas.

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT