Mobilizam-se recursos para apoiar agricultores

O Sector da Agricultura e Desenvolvimento Rural, na cidade de Maputo, está a mobilizar recursos financeiros para apoiar 1254 pequenos produtores afectados pela vaga de calor e chuvas intensas que fustigaram a região Sul do país.
Para o efeito, está em curso o levantamento das necessidades em insumos e sementes, para além da elaboração de um plano de emergência que inclui a componente de resiliência dos produtores aos fenómenos climatéricos.
Segundo Simão Niquisse, o sector tem estado a adoptar soluções combinadas como o controlo de pragas e novas formas de produção para evitar problemas de fitossanidade e perda de culturas devido a chuvas e calor. “O período quente é caracterizado pela multiplicação fácil de pragas, daí que temos vindo a sensibilizar os agricultores para o uso de sementes melhoradas e resistentes, bem como da produção em sombrites”, acrescentou.
O levantamento das perdas aponta para a destruição de 101.5 hectares de hortícolas e leguminosas, sendo contabilizadas 677 toneladas nos distritos municipais de KaMubukwana, concretamente na baixa de Mulauze e no KaNyaka.
A vaga de calor também teve impacto na produção de galinhas de corte nos distritos municipais KaMavota, KaMubukwana e Ka-Tembe, totalizando 8.1 toneladas que afectou 93 produtores. Na agricultura, estima-se ainda que 732 toneladas de cereais, hortícolas e leguminosas tenham sido fustigadas pelo fenómeno.

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT