MASA procura consensos para implementação do proSAVANA

O Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, Higino de Marrule reuniu-se no terceiro dia do mês de Abril do corrente ano em Maputo com a sociedade civil para buscar consensos de metodologias de implementação do proSAVANA.
Trata-se de um programa triangular entre Moçambique, Brasil e Japão focado para o desenvolvimento do sector agrário no corredor de Nacala.

Na ocasião o Ministro referiu que, devido a dimensão do programa é importante o processo a troca de informação e auscultação, pois o programa vai abranger cerca de 14 milhões de hectare de terras em 21 distritos das províncias de Nampula, Niassa e Zambézia envolvendo perto de 4 milhões de pessoas.
Frisou ainda, que o proSAVANA não vem para arrancar terra dos produtores, mas sim trabalhar em conjunto de modo a melhorar a vida dos produtores.
“O processo de implementação será liderado pelo Governo, mas é necessário o contributo de todos para melhorar o plano de retorno de modo a obter modelos adequados para cada região que será instalado o programa”.
Para a Direcção do MASA, é preciso testar modelos de desenvolvimento do sector agrário plasmado no PEDSA desde a investigação das sementes adaptáveis nas regiões foco deste programa, técnicas/ tecnologias a serem usadas para que o produtor tenha bons rendimentos na produção de modo a melhorar o nível de vida dos pequenos produtores.
Por seu turno, o coordenador do Programa, António Limbau, disse que este encontro tem como objectivo de apresentar a proposta de metodologia de realização de consultas comunitárias.
“A sociedade civil baseada na zona do corredor de Nacala local a ser implementado o programa deve coordenar o processo de auscultação das comunidades que é base para versão provisoria do projecto de modo a obter um documento consenso para a implementação do projecto”.
Segundo Limbau o proSAVANA visa a melhoria da produtividade das populações baseadas no corredor de Nacala. Neste momento buscam consenso de todos intervenientes do sector agrário de modo a ter o instrumento necessário para a implementação do programa.

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT