Maputo tende a aumentar produção de hortícolas

Segundo a Ministra da juventude e Desporto, Ana Flávia Azinheira, durante uma visita de monitória da produção agrícola no Distrito Municipal KaMubukwana. Disse que a Cidade de Maputo prevê produzir na presente época fresca, cerca de 115 mil toneladas de culturas diversas, com destaque para as hortícolas. Depois dos prejuízos causados pelas enxurradas no primeiro trimestre de 2018, que culminaram com o soterramento, arrastamento e inundação de culturas de couve, alface, repolho, milho, beterraba e abóbora.
Este balanço foi adiantado no primeiro dia de visita que a Governante efectua pela cintura verde da Cidade de Maputo, dos três dias onde vai escalar os Distritos Municipais KaTembe e KaMavota.
As perdas nos 696,1 hectares afectados foram estimadas em 4.062,7 toneladas em áreas lavradas por 3856 produtores.
Apesar das enxurradas que se fizeram sentir na cidade de Maputo, no KaMubukwana verifica-se um crescimento de 8.6 por cento da produção e 3.3 por cento no KaMavota, comparativamente a igual período do ano transacto.
Relativamente às culturas prioritárias, a alface, couve e repolho registaram uma produção de 2.817,3 com o grau de realização acima de 3 por cento em relação ao plano anual.
Dentre elas, a couve foi a que mais se destacou (1685 toneladas), com um grau de realização acima de 4,3 por cento em relação ao igual período do ano passado.

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort