Lançado projecto de emergência em Cabo Delgado orçado em 100 milhões USD

O acto decorreu ontem, dia 28 de Abril corrente, na província de Cabo Delgado, cidade de Pemba, mediante a um memorando de entendimento assinado por Sua Excelência Ministro de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, e pelo director da região Oriental e Austral de África da Agência das Nações Unidas para a área de projectos (UNOPS), Rainer Frauenfeld.
Neste acordo, o Banco Mundial vai desembolsar 100 milhões de dólares norte-americanos para a implementação do projecto de recuperação da crise provocada pela situação de emergência na província de Cabo Delgado. O montante será gerido pela Agência de Desenvolvimento Integral do Norte (ADIN) e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento Sustentável (FNDS).
Um momento testemunhado por Sua Excelência Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, que em no seu discurso afirmou que o valor do financiamento alocado sob forma de donativo será usado em obras de construção de várias infra-estruturas a saber, 800 salas de aulas, 10 hospitais, 43 sistemas de abastecimento de água, 200 casas para professores, 136 infra-estruturas comunitárias (desportivas e sociais), 20 mil latrinas melhoradas, 40 casas de banho, nos distritos que actualmente acolhem deslocados internos em consequência dos ataques terroristas, nomeadamente, Metuge, Ancuabe, Montepuez, Chiure, entre outros. Igualmente, realçou que o Governo espera obter um pacote de financiamento na ordem de 1.1 mil milhões de dólares.
‘’A curto prazo, o Governo irá concluir o programa de financiamento aos programas de desenvolvimento, no valor de 20 milhões de dólares americanos, centrados no programa de assistência social produtiva para retirar famílias da situação de vulnerabilidade, para autossuficiência, que vai beneficiar 324 mil famílias e 33 mil jovens, Frisou Sua Excelência Presidente da República Moçambique.

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT