Governo quer pôr produtos agrícolas a preço acessível

Publicado no dia 21 de Abril de 2021, Jornal O País
O Governo vai colocar à venda produtos agrícolas a um preço acessível, para permitir o seu fácil acesso pelos consumidores. Segundo o Ministro de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Celso Correia, o executivo pretende, ainda com a iniciativa, abrir um mercado para as quantidades de produtos que acabam por ficar sem clientes.
Segundo Celso Correia, o país tem muito a ganhar com esta estratégia, podendo, com a mesma, obter mais receitas para o Cofre de Estado.
O país está, neste momento, a observar o período da colheita da produção da primeira campanha agrícola e o executivo mostra-se satisfeito com os níveis de produtividade.
Celso Correia, que respondia, hoje, a perguntas de insistência dos deputados da Assembleia da República, disse que o sucesso da primeira campanha agrícola teve uma contribuição significativa do programa Sustenta, cujos resultados também se verificam na melhoria das comunidades envolvidas.
“Só nesta campanha agrícola, o Governo integrou cerca de 200 mil famílias na cadeia de valor, isso em 109 distritos de todo o território nacional, uma acção que possibilitou auto-emprego a igual número de famílias”, disse Celso Correia.
O titular da pasta de Agricultura apontou para a subida do nível de uso da semente certificada de 2.700 para mais de 5.000 toneladas. Para além disso, o governante notificou a introdução de três novas linhas de crédito acessíveis, uma para os pequenos produtores, outra para os comerciantes e a última para a agro-indústria.

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT