Suspensa importação de frango da Polónia devido a uma bactéria

Está temporariamente suspensa a importação de frangos e seus derivados provenientes da Polónia, concretamente do fornecedor superdrob. Através de um comunicado, o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural informa que recebeu alerta da existência uma bactéria nos produtos exportados para Moçambique e que pode causar intoxicação alimentar.
Através de um comunicado, o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural informa que recebeu alerta da existência uma bactéria nos produtos exportados para Moçambique e que pode causar intoxicação alimentar.
“A Direcção Nacional de Desenvolvimento Pecuário recebeu, do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, rennes escorte uma notificação da Delegação da União Europeia (UE), do Sistema de Alerta Rápido para Alimentos e Produtos Alimentares (RASFF), Autoridade de Segurança Alimentar Europeia, sobre a presença de salmonela entérica nos frangos congelados exportados da Polónia para Moçambique do fornecedor superdrob”, lê-se no documento.
A bactéria salmonela entérica passa para o organismo através do consumo de alimentos crus ou mal cozidos contaminados por fezes. Nos seres humanos, o consumo de produtos com essa bactéria causa uma infecção denominada salmonelose, cujos sintomas são dor abdominal, vômitos e diarreia. Geralmente surgem surgir de 12 a 36 horas depois da ingestão da comida contaminada.
Assim o pelouro informa que “está temporariamente interdita a importação de frangos e respectivos toulon escort derivados provenientes da Polónia”, determina o Ministério, alertando que a interdição não abrange os produtos que já estejam a ser transportados para Moçambique. “São renovadas licenças de produtos provenientes da Polónia, que já tenham embarcado. De referir que é obrigatório realizar análises de qualidade destes produtos a chegada ao país, antes da sua distribuição e comercialização no mercado nacional”, acrescenta.
Contactado pelo jornal O País, o Director Nacional de Desenvolvimento Pecuário, Américo da Conceição, garantiu que a interdição não terá muito impacto sobre a disponibilidade de frango congelado no mercado e que não há razões de alarme.
(AIM)

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT