Presidente da República lança campanha de comercialização agrícola

Sob o lema” Comercialização agrícola dinamizadora do agro-negócio e industrialização”, o Presidente da República, Filipe Nyusi, lançou, hoje, a campanha de comercialização agrícola que prevê colocar no mercado quase 15 biliões de toneladas de produtos diversos, um crescimento de 6,5% se comparado com o que foi comercializado ano passado.
A Vila Municipal da Manhiça, na província de Maputo, foi palco do lançamento da campanha de comercialização agrícola. E os produtores fizeram questão de expor um pouco do que foi produzido nas machambas e está disponível para ser comercializado um pouco por todo o país. Filipe Nyusi, que dirigiu a cerimónia na tarde desta Sexta-feira, visitou a feira e no final disse que é preciso que a comercialização dê ganhos aos camponeses do sector familiar que são pouco mais de 3,5 milhões.
Num momento em que os diversos sectores da economia se ressentem da crise causada pelo novo Coronavírus, dados indicam que a agricultura resistiu. Filipe Nyusi reconhece, no entanto, que para além do preço injusto, os camponeses enfrentam dificuldades de escoamento relacionados com a precariedade das estradas, alto custo de transporte entre outras dificuldades.
“As cadeias de valor ligam a procura do consumidor ao agricultor, são a melhor forma de integração dos agricultores nos mercados modernos. Temos na nossa economia alguns bons exemplos da aplicação deste conceito económico de como são os casos de produção de cerveja, a partir de milho e mandioca, compra directa de soja por avicultores, participação de moageiras de milho, no circuito comercial e industrial do caju no circuito comercial. É de realçar que temos no nosso mercado um conjunto de comerciantes ligados ao comércio internacional de produtos agrícolas, como o feijão bóer, gergelim que possuem uma rede de intencionistas que promovem estas culturas. Esta prática deve ser incentivada para aumentar a diversificação da produção”, disse.
Na cerimónia foram igualmente entregues cheques de financiamento a agentes de comercialização agrícola para dinamizar a sua actividade.
Moçambique espera comercializar, cerca de 15 milhões de produtos diversos, contra 13 milhões da campanha anterior.

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort