Comercialização rural deve beneficiar sector familiar

O Presidente da República, Filipe Nyusi, disse que pretende ver mudanças estruturais no processo de comercialização agrícola para que haja mais e melhores benefícios nos mais de 3,5 milhões de agregados familiares que actualmente actuam no sector familiar agrário.
Conforme referiu durante a cerimónia de lançamento da campanha agrícola 2019/2020, realizada na sexta-feira, no distrito da Manhiça, província de Maputo, este sector é responsável pela maioria dos produtos que o país consome e exporta.
Contudo, e conforme palavras as suas, “é este sector que menos beneficia do esforço da produção porque enfrenta muitas dificuldades no seu relacionamento com o mercado. Os valores que recebem pela sua produção são baixos, o que afecta a renda familiar e, consequentemente, a qualidade de vida, mantendo-se na pobreza cíclica e estrutural. É por tudo isto que queremos mudar”.(Jornal Domingo)

Artigos relacionados

English EN Portuguese PT