Lançada a Campanha Agrária 2017/2018 no País

O Governo de Moçambique, através do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), lançou ontem, 25 de Outubro, no Distrito de Moamba, província de Maputo a Campanha Agrária 2017/2018 com réplicas em todo território nacional.
O evento, visa promover a importância do sector agrário no desenvolvimento sócio – económico do País e o bem-estar da população em geral, através da mobilização dos agricultores e todos actores do sector agrário para maior engajamento no processo de produção de alimentos e de culturas de rendimento e estruturação das respectivas cadeias de valor. Reafirmar o papel da agricultura na geração de renda, e de emprego para jovens, assim como das mulheres no meio rural, ainda bem como os métodos inovadores de geração e transferência de tecnologias das boas práticas agrárias na gestão de recursos naturais.
O Lançamento da campanha agraria 2017/2018, foi presidido por Sua Excelência o Presidente da República Filipe Jacinto Nyusi, que na ocasião  exortou os produtores a praticar a agricultura orientada ao agronégocio para solucionar os problemas que assolam o País.
Na sua intervenção o Presidente da República, instou aos produtores a duplicar os esforços para incrementar a produção e produtividade de modo a aliviar o elevado custo de vida dos moçambicanos. Para a presente campanha agrária, apela mais envolvimento dos produtores porque agricultura é a base para o desenvolvimento.
Segundo afirmou Sua Excelência Filipe Nyusi, o país deve reduzir as importações de produtos, uma vez os actores agrários já conseguem abastecer os mercados nacional com a produção interna.
Ainda na cermónia o Chefe do Estado recomendou que os servicos de extensão agrária devem ser efectivos na transferência de técnologias aos produtores, como forma de alavancar a produção e produtividade.
Já na área da mecanização o Ministério de Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), deve criar condições para que os produtores tenham acesso as máquinas para aumentar os campos de produção e continuar a investir no agroprocessamento para garantir o futuro industrial do país.
O presidente Nyusi afirmou ser importante investir no armazenamento de excedentes para evitar perdas e garantir a segurança alimentar e nutricional em tempo de escassez. O MASA deve ainda criar um modelo inclusivo na agricultura ligada a cadeia de valor.
Para o ano em curso a campanha agrária 2017/2018 foi lançada sobre o lema “Agricultura orientado para Agronégocio Segurança Alimentar e Nutricional”.
Por seu turno, o Ministro de Agricultura e Segurança Alimentar José Pacheco enalteceu os esforços e iniciativas com os quais o PR tem liderada o sector agrário com vista a transformer a agricultura de subsistência em agricultura de negócio para garantir segurança alimentar e nutricional dos moçambicanos.
Para o Ministro da Agricultura o Lançamento da campanha agrária 2017/2018 constitui um momento de reflexão de políticas para o aumento da produção e produtividade agrária no país.
Importa referir que, o Presidente da República Filipe Nyusi visitou alguns campos de produção do distrito de Moamba e feiras de agronégocio  para inteirar se dos níveis de produção como é o caso do empreendimento agricola Cathage que dispõe cerca de 400 hectares de terra para a produção de papaias que abastecem a rede de supermercados nacionais e internacional.

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort