Fórum Internacional sobre Água para Alimentação

A convite do Banco Mundial, o Secretário Permanente do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), Victor Canhemba Júnior e o Director-Geral do Instituto Nacional de Irrigação (INIR), Eng°. Paiva Munguambe, participaram nos Estados Unidos da América, no Fórum Internacional sobre Água para Alimentação subordinado ao tema, “Agricultura Irrigada Liderada pelos Produtores: Sementes de Oportunidade”, encontro que contou com a presença de mais de 200 participantes, foi organizado pelo Daugherty Water for Food Global Institute da Universidade de Nebraska e o Banco Mundial, em parceria com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional.
Entretanto, o evento teve como objectivos, fortalecer as iniciativas existentes e promover novas parcerias entre organizações governamentais nacionais e internacionais, investidores privados e públicos, instituições acadêmicas, ONGs e sector privado, visando melhorar as possibilidades de investimentos necessários para desenvolver e apoiar um ambiente favorável para a produção agrícola melhorada, bem como explorar e discutir visões e perspectivas sobre como melhorar a segurança da água para produção de alimentos, e os meios de subsistência para os pequenos agricultores dos países em desenvolvimento, com recurso a intensificação da agricultura de irrigação sustentável.
O Fórum contou com apresentação de um total de nove (9) temas a saber: i) Tendências e Dinâmicas da Irrigação Liderada pelo Produtor, ii) Tecnologia de Ponta para o Crescimento Inclusivo, iii) Jovens e Mulheres são o Futuro da Agricultura, iv) As ligações para um Forte Apoio: Cadeias de Fornecimento e Financiamento Inclusivos, v) Seca: do Risco à Resiliência, vi) Feira de Inovação para Água para Produção de Alimentos: Inovar para Irrigar, vii) Acção Colectiva está Fazendo Acontecer, viii) Colocando Tudo Junto, e ix) Passos Seguintes. Os temas contaram com apresentações de keynote speakers, seguidas de debate com painelistas oriundos de vários países e organizações incluindo produtores.
Os palestrantes compartilharam a sua visão e compromisso sobre como os sectores público e privado podem trabalhar em conjunto para avançar na expansão e acesso à irrigação através de uma abordagem direccionada pelo agricultor e sector privado. No caso de Moçambique foram destacados os instrumentos orientadores para o desenvolvimento de curto, médio e longo prazo do sector agrário, os quais estão alinhados com as visões estratégicas da região onde se insere, a SADC, a União Africana e outros. Pacotes de incentivos para alavancar a produção tais como a redução da taxa do IVA em 60% na construção de obras públicas de irrigação, a isenção na importação de peças e sobressalentes de equipamentos agrícolas, incluindo pneus de tractores e tubagem de irrigação e a Necessidade de definir com clareza algumas normas e procedimentos no que tange ao desenvolvimento dos sistemas de irrigação pelo sector privado e/ou em parcerias publico privado e população.

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort