COMERCIALIZAÇÃO DO ALGODÃO: Governo aprova subsídio que protege sector familiar

O Governo fixou ontem em 25,00 meticais o preço por quilograma de algodão caroço de primeira qualidade a praticar na campanha de comercialização 2019/2020.
Para o algodão de segunda qualidade o executivo aprovou 18,00 meticais o custo por quilo, enquanto o descaroçamento do algodão caroço de primeira passa a custar um mínimo de sete meticais por quilograma.
Os novos preços surgem apos negociações entre compradores e produtores, que foram marcadas por divergência, com o Fórum Nacional de Produtores de Algodão (FONPA) a defender a manutenção do anterior preço de 23,30 meticais o quilo do algodão-caroço de primeira, contra 19,00 meticais defendidos pela Associação Algodoeira de Moçambique(AAM).
Face a este desencontro de propostas, o Governo decidiu subsidiar a diferença, fixando o preço em 25,00 meticais o quilograma, segundo dados apurados pelo “Noticias”, o subsidio ao preço do algodão resulta da implementação do compromisso assumido pelo Presidente da República, de destinar dez por cento do orçamento para o sector agrícola.
O reajuste dos preços de referencia do algodão reflecte um aumento em relação a campanha passada, na qual o algodão de primeira e segunda eram vendidos a preços mínimos de 23,30 meticais e 17,00 meticais, respectivamente.
A decisão foi anunciada ontem pelo ministro da Agricultura e Desenvolvimento Rural, no final da 16ª Sessão Ordinária do Conselho de Ministros.
Celso Correia referiu que, afixação dos preços de referencia vai salvaguardar a sustentabilidade do sector familiar, largamente envolvido no cultivo do algodão.
A produção do algodão gera entre 30 a 50 milhões de dólares anuais e envolve cerca de 250 mil famílias, o que corresponde a 1.5milhao de pessoas em todo país.
“As negociações para se chegar aos preços foram duras, mas a abordagem do Governo enquadra-se na politica de proteção e estimulo do agricultor familiar e, acima de tudo, das cadeias de valor estratégicas “, disse o ministro.
Para viabilizar a produção do chamado ouro branco o Governo vai subsidiar o preço do algodão- caroço ao produtor no valor de 6,00 meticais o quilo. De acordo com o ministro do pelouro, o desembolso de subsídios vai consumir cerca de 240 milhões de meticais na campanha 2019/2020.
Paralelamente ao fomento do algodão, o sector da agricultura pretende estimular a rotatividade de culturas através do incentivo de culturas em ciclos rotativos vai permitir o aumento do rendimento das famílias já envolvidas no cultivo do algodão”, explicou.
Não obstante a procura do algodão no mercado, Correia disse que as famílias envolvidas no cultivo desta cultura de rendimento estiveram abaixo da linha da pobreza nos últimos anos, um cenário que se pretende inverter.
O algodão é o sétimo produto de exportação e uma importante fonte de arrecadação de receitas. Celso Correia avançou que o país poderá alcançar entre 40 a 50 mil toneladas na campanha agrária 2019/2020.

Fonte: Jornal Notícias

Artigos relacionados

ordu escort escort kıbrıs izmit escort bodrum escort rize escort konya escort kırklareli escort van escort escort halkalı erzurum escort sivas escort samsun escort tokat escort malatya bayan escort bursa bayan escort antalya bayan escort konya bayan escort
zenci porno gay sex hikayeleri aile sex hikayeleri güvenilir bahis siteleri Telefon sex hattı porno Maltepe escort bayan
mersin escort bayan mersin escort bayan mersin escort bayan mersin escort bayan mersin escort bayan mersin escort bayan mersin escort bayan kayseri escort bayan konya escort bayan konya escort bayan malatya escort bayan malatya escort bayan erotik film film izle korku film izle