Insegurança Alimentar Aguda em Moçambique

Causas:

Anualmente o país regista pessoas em insegurança alimentar aguda devido a choques climáticos (cheias, inundações e seca) que afectam a produção agrária que é a principal fonte de alimentos e de renda em geral nas zonas rurais.

Tendência:

Nos últimos 15 anos, o país registou maiores índices de insegurança alimentar aguda em 2005 e 2016 devido a seca nas regiões Centro e Sul.

O que fazer para minimizar o impacto dos choques climáticos?

Tornar a agricultura cada vez mais resiliente a choques climáticos, medidas de longo prazo: construção de represas, barragens, regadios, diques de protecção, desenvolver variedades tolerantes a seca e inundações, entre outras medidas

Relatórios de Insegurança Alimentar Aguda

English EN Portuguese PT